COMO DEVEMOS ANALISAR E RECEBER AS MENSAGENS PREGADAS NAS IGREJAS?

A maturidade cristão não é algo que se conquiste da noite para o dia e a prova disso é a própria igreja. Se fizermos um levantamento histórico de nossas próprias igrejas iremos ver que em algum momento decisões precipitadas foram tomadas. Não é preciso grande esforço para constatar que  alguns ministérios vivem de constantes escolhas exageradas, não bíblicas, infantis e que fogem totalmente do Evangelho pregado por Jesus.  

Mas isso não é motivo para que rejeitemos nossos momentos de comunhão nas igrejas. Na própria Bíblia, vemos como o povo de Deus sofreu por sua imaturidade e, mesmo na igreja de Jesus e seus discípulos, episódios que denotam a falibilidade humana também estiveram presentes, por exemplo: Pedro ter negado a Jesus (Mateus 26:34) e Judas ter roubado o dinheiro das ofertas tendo o próprio Cristo ao seu lado (João 12.6).  



Nesse sentido, uma das questões cruciais para crescer em Deus é saber se relacionar com as mensagens pregadas em nossas próprias igrejas. Quando me pego a refletir sobre essa questão me lembro quão impulsivo fui em tempos passados. Para mim, toda questão teoricamente “ambígua” na Bíblia era motivo para descrença. Minha impulsão se juntava a imaturidade, gerando dúvidas e constantes questionamentos.  

Por isso, para alcançar a maturidade cristã devemos, em primeiro lugar, crer na superioridade da Palavra de Deus. Sobre isso, Deus nos fala em 2 Timóteo 3.16: “Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça”.  

Assim, devemos receber a Palavra de Deus sem duvidar! Devemos receber as mensagens pregadas com fé de que é Deus que nos fala! Devemos receber a mensagem bíblica como algo profético para nós! Devemos a receber com inteligência! Com questionamentos? Sim, alguns questionamentos também são necessários, mas os mesmos devem ser inteligentes e sinceros! 

QUE TIPO DE QUESTIONAMENTO DEVEMOS FAZER QUANDO OUVIMOS UMA PREGAÇÃO? 

Pessoas de todos os tipos sobem os altares das igrejas para pregar. Nos púlpitos, ouvimos pessoas e pastores muito preparados, pouco preparados e alguns sem nenhum preparo.  

Por isso, para não sermos enganados, confundidos e manipulados devemos sim questionar algumas coisas com relação as mensagens pregadas e abaixo irei enumerar algumas dessas questões a serem avaliadas: 

Devemos nos perguntar (não estou enumerando por ordem de importância):

1. Qual é o contexto de cada versículo bíblico citado na mensagem? O texto realmente se refere aquilo que o pregador pretende com a mensagem? (Se necessário leve um papel e caneta e anote todas as referências.) 

2. Para quem o texto escolhido pelo pregador foi escrito originalmente? Quem era o público do texto em questão naquele tempo? O que o escritor do texto bíblico queria dizer aos leitores daquela época? 

3. A leitura do texto foi feita de forma correta? (Observe se a pontuação foi respeitada. As vezes engolir uma única vírgula pode dar novo significado ao texto.) 

4. A aplicação da mensagem que está sendo pregada fere algum princípio bíblico doutrinário? 

5. O que Deus quer falar comigo e o que o pregador quer que eu entenda? 

6. O que eu aprendo com a mensagem biblicamente, espiritualmente e socialmente? 

7. Como posso aplicar o que está sendo pregado em minha própria vida? (Normalmente os pregadores destrincham a aplicação da mensagem, mas há casos em que isso não acontece) 

ATENÇÃO! Esses questionamentos sugeridos não devem ser feitos imprudentemente. Você deve fazer tais questionamentos para seu próprio crescimento e não para diminuição de seu irmão que prega.  

Lembre-se que todos nós somos sujeitos a falhas e que um dia pode ser você lá no púlpito a se confundir enquanto discursa.

mensagem_pregação_duvida

O QUE FAZER QUANDO ALGUM PONTO DO SERMÃO ESTIVER ERRADO OU ME GERAR DÚVIDAS? 

Estamos todos na igreja para aprender e se tivermos qualquer dúvida é justo sermos atendidos pelos líderes da igreja e solicitar explicações do que foi dito. Se tiver alguma dúvida procure seu pastor após o culto e converse com ele em particular. Procure ser sincero e manifeste seu real interesse em crescer no entendimento das coisas de Deus. Se você for sincero tenho certeza de que terá uma agradável conversa com ele. 

No caso de suspeita de erros, procure os textos em casa, estude sobre o assunto em boa Bíblia de Estudos e se necessário procure também o próprio pregador. Da mesma forma, tenha cuidado ao fazer isso, nem todos gostam de reconhecer seus erros. 

Particularmente, tenho o seguinte critério para procurar a pessoa que pregou o sermão: 

Se vejo que é uma pessoa sincera e que queira aprender; Se for meu amigo; Se o erro for doutrinário (neste último caso, não importa quem seja, vou sempre falar com ela pois entendo tal erro como grave).